Archive for junho \27\UTC 2013

Minhas primeiras Orquídeas

DSC02553

Clique na imagem para abrir a galeria.

Finalmente fiz o álbum das minhas orquídeas.

Essas eu ganhei da minha mãe, porque ela tinha há anos e nunca davam flores. Então ela se cansou e já ia se desfazer, daí eu peguei pra mim.

Preparei um substrato bem básico lembrando de algumas dicas que andei pesquisando, e replantei as duas mudas.

Um ano depois, nasceram as flores. Não sei se dei sorte, ou se elas gostaram mais do clima da minha casa, ou se foi o preparo  do substrato, só sei que funcionou!

Pra quem quiser tentar, vai a dica. As raízes das orquídeas precisam de muito ar, por isso, ao contrário das plantas normais, ela não pode ser plantada enterrada na terra.

Eu juntei um pouco de tudo, cascas de árvore, pedaços de fibras de coco, daqueles suportes para plantas que sobem, algumas pedrinhas, e um pouco de terra. Daí coloquei as mudas. O importante é fixar elas sem abafar com terra.

Daí é só cuidar de regar sem enxarcar, nem deixar secar, e um pouco de fertilizante. Só usei um pouco de NPK 10, 10,10 mesmo, e só no começo.  Detalhe, ela pegou muita chuva (muita mesmo). Mas como as folhas estavam sempre verdes e saudáveis, então eu percebi que elas estavam se adaptando bem ao local, então praticamente não mexi mais, só cuidei pra não secar.

Aí veio o inverno, e as flores.

No álbum tem fotos dela sem e com flores, e algumas fotos dos botões crescendo. Se você reparar, a planta em si é bem sem graça mesmo, precisa ter paciência, porque as flores é que são o espetáculo principal.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: